‘TIO DO BANHEIRO’ SEGUE EM LIBERDADE: Justiça nega segundo pedido de prisão de suspeito de participar de estupros no colégio Geo

Ao todo, três adolescentes também suspeitos de praticar os abusos já foram apreendidos e um continua sendo procurado.

A justiça negou pela segunda vez, o pedido de prisão preventiva do ex-funcionários do colégio particular, suspeito de participar do estupro de crianças no banheiro da instituição. A decisão foi divulgada nesta quarta-feira (13).

Ao todo, três adolescentes também suspeitos de praticar os abusos já foram apreendidos e um continua sendo procurado. De acordo com a Delegada da Infância e Juventude, Joana D’Arc, que também solicitou a prisão, o ex-funcionário estaria cumprindo medida cautelar judicial.

De acordo com o Ministério Público da Paraíba (MPPB), embora o pedido tenha sido negado pelo juiz da 1ª Vara Criminal da capital paraibana, a Promotoria de Justiça Criminal ingressou com um recurso da decisão. O suspeito responde em liberdade, cumprindo medidas cautelares determinadas pela Justiça.

Na terça-feira (12), o Ministério Público informou que ofereceu denúncia contra o adulto e que um pedido de prisão preventiva já havia sido feito no início da instrução processual, mas também foi negado.

Mostre mais
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios