BANDEIRAS, FARDAS E QUADRO DE HITLER: Polícia encontra ‘coleção nazista’ ao prender suspeito de estuprar menino de 12 anos

Aylton Proença Doyle Linhares, suspeito de estuprar um menino de 12 anos no Rio de Janeiro, foi preso pela Polícia Civil nesta terça-feira (5). Ele é nazista e colecionava diversos itens desse movimento alemão em casa.

A Polícia encontrou os objetos nazistas quando foi cumprir o mandado de prisão temporário de Aylton.

No apartamento dele existiam 12 fardas nazistas; bandeiras nazistas; um quadro de Adolf Hitler; recortes de jornal dos anos 1950 sobre nazismo e fascismo; medalhas do Terceiro Reich; miniaturas de estátuas e veículos; um capacete militar; além de um documento da SS, a organização paramilitar ligada ao Partido Nazista, com a foto de Aylton.

Um vizinho dele fez a denúncia do suposto estupro. Além do crime, ele teria assediado outras crianças no condomínio onde mora.

Além de ser investigado pelo estupro, Aylton também será autuado por porte ilegal de arma e discriminação racial.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar