Ceni não aceita acordo, e Fla terá de pagar multa integral por demissão

O técnico Rogério Ceni não aceitou o acordo proposto pelo Flamengo, e o clube terá de pagar a multa integral prevista pela demissão. O treinador, que foi desligado do Rubro-Negro na madrugada do último sábado, tinha contrato até o fim do ano.

De acordo com o vínculo, Ceni ainda teria cerca de R$ 3 milhões a receber. Vale lembrar que parte desta quantia era em carteira, e outra parte como direito de imagem — a rescisão será em cima do valor registrado em carteira. 

No mesmo dia em que anunciou a saída de Rogério Ceni, o Flamengo acertou a contratação de Renato Gaúcho, que estava no mercado desde que se despediu do Grêmio, em abril. Renato, inclusive, já defendeu o clube da Gávea nos tempos de jogador e nunca escondeu o desejo de voltar como treinador.

Ontem (12) ele comandou o primeiro treino à frente do elenco e a estreia será amanhã, contra o Defensa y Justicia, na Argentina, pelas oitavas de final da Libertadores.

Com a demissão de Ceni e a chegada de Renato Gaúcho, o Flamengo não poderá mais realizar um novo acerto para o cargo ao longo do Campeonato Brasileiro.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar