DEFENSOR DA CAUSA ANIMAL: Vereador Guga relata que tem recebido ameaças após projeto de lei que proíbe maus tratos com cães

Dizem que o melhor amigo do homem é o cachorro, mas em algumas situações essa relação pode ser abusiva.  O vereador Guga, de João Pessoa, esteve nesta quarta (25) no Programa 360º e comentou sobre o seu trabalho parlamentar na defesa da causa animal.

Segundo Guga, sua principal bandeira é a causa animal pois, além de amar animais, sentiu que João Pessoa tinha esse “vazio”: “Outras cidades tem vereadores defensores da causa animal, mas nossa cidade não tinha”. Atualmente Guga contabiliza 60 projetos a favor dos animais, mas também atua em outras causas “humanas”: “Temos a defesa pelas pessoas em situação de rua, dando dignidade e saúde a essa população”.

O vereador ter recebido muitas denúncias e também muitas ameaças: “As pessoas criam principalmente cães para ser cão de guarda e acabam jogando ele em locais que não tinha condição dele ficar”. Ele relata que chegou a encontrar uma situação em que um criador mantinha coelhos para servirem de iscas vivas para potencializar a violência de pitbulls: “Ele cria coelhos e solta para pitbulls rasgarem. Uma pessoa dessa é um espírito de porco. Por conta desse trabalho, de resgate e de denúncia, tenho recebido ameaças, inclusive de morte”.

Nesta semana, Guga apresentou o projeto de lei 325/2021, remetendo a proibição de criar animais domésticos acorrentados em espaços que prive a sua livre movimentação. O projeto teve maioria dos votos para aprovação, onde apenas a vereadora Eliza Virginia se absteve.

Guga ressalta que seu trabalho não acontece de modo solitário: “Gostaria de agradecer a senadora Nilda Gondim, que encaminhou R$1,2 milhão para o Centro de Zoonoses de João Pessoa e o deputado federal Efraim Filho, que também destinou R$300 mil para nosso Hospital Veterinário”. O vereador aproveitou para ressaltar seu apoio a Efraim Filho na disputa pelo Senado Federal.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar