É FAKE: Cartaz diz que imposto federal sobre gasolina é zero e ataca governadores

Circula nas redes sociais uma mensagem que diz que o imposto federal sobre a gasolina é zero.

Adriano Pires, diretor do Centro Brasileiro de Infraestrutura, afirma que o PIS/Cofins e a Contribuição de Intervenção de Domínio Econômico (Cide) são impostos federais e incidem sobre a gasolina. “É fake falar que é só o ICMS e que não existe imposto federal [sobre a gasolina]”, diz.

Dados da Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes (Fecombustíveis) também apontam que os tributos federais incidem sobre o valor da gasolina.

A Fecombustíveis esclarece que o PIS/Cofins foi zerado apenas sobre o óleo diesel nos meses de março e abril, mas retornou à cobrança posteriormente. O que permanece zerado é o PIS/Cofins do gás liquefeito de petróleo (GLP).

Outra parte da mensagem diz que, “se o governador tirar o ICMS de 46%” da gasolina, será possível reduzir o valor cobrado na bomba. A tabela da Fecombustíveis, porém, mostra que o ICMS sobre a gasolina varia de 25% a 34%, percentuais mais baixos que o citado na mensagem.

“Cada estado cobra uma alíquota diferente do ICMS. Mas vamos combinar que quase metade do preço na bomba é imposto. Aí tem o ICMS, que é o principal responsável, mas tem PIS-Cofins, que é um imposto federal, e a gasolina também paga a Cide, que também é um imposto federal de R$ 0,10 por litro”, diz Pires.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar