JORNALISMO DE LUTO: Paulo de Tarso morre aos 60 anos, vítima de infarto

A Imprensa Paraibana está de luto. Um dos maiores ícones do jornalismo impresso do Estado faleceu nesta segunda-feira, 21, de infarto fulminante.

Paulo de Tarso, 60 anos, empresario e um dos fundadores do matutino “A Tribuna”, veiculado na década de 80 e 90 e residindo na cidade de Lucena, litoral norte da Paraíba, morreu na tarde desta segunda-feira.

Ha quatro anos, Paulo de Tarso tentou a vida política em Lucena, sendo candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada pelo advogado Antônio Monteiro Junior (Bolão).

A Associação Paraibana de Imprensa (API) emitiu nota de pesar pelo falecimento do jornalista, o mesmo acontecendo com o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Paraíba.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar