Nacional de Patos faz 59 anos, mas adia comemorações por alta de casos de Covid-19 na Paraíba

O Nacional de Patos comemora 59 anos de fundação nesta quarta-feira. A diretoria do clube estava programando uma série de festividades alusivas à data, e também para iniciar a contagem regressiva dos 60 anos em 2021. Mas a pandemia e, especialmente, a alta de casos de Covid-19 na Paraíba, fizeram o clube adiar a programação de aniversário.

Isso não quer dizer que a data vai passar em branco. A diretoria do clube planeja fazer um comunicado à torcida com um presente para a próxima temporada – o mais provável é o anúncio de um patrocinador que viabilize a formação de um time competitivo para o Campeonato Paraibano de 2021.

– Chegamos aos 59 anos do Nacional Atlético Clube em um ano em que o mundo ficou mais distante, mas o nosso amor pelo futebol nos reaproximou! – disse o clube, em postagem nesta quarta-feira.

Campeão paraibano em 2007, o Nacional de Patos é um dos clubes mais tradicionais do futebol paraibano, e um dos mais importantes do Sertão. Foi fundado no dia 23 de dezembro de 1961 e, como curiosidade, jogava inicialmente com as cores verde e amarela. No entanto, seguindo uma orientação da ditadura militar (respaldada pela antiga CBD), adotou o alviverde pela proibição de se jogar com as cores nacionais àquela época.

Sem festividades

Na semana passada, o Nacional justificou o cancelamento das festividades justificando o aumento de casos de Covid-19, especialmente no Sertão. O clube também lembrou as 107 famílias que perderam parentes em Patos.

– Diante do aumento de casos de infecção provocados pelo novo coronavírus, da superlotação dos leitos de UTI e enfermaria destinados ao tratamento de pacientes Covid-19 no Complexo Hospitalar Regional de Patos que na semana passada chegou a atingir 100% de lotação e em respeito às 107 famílias enlutadas na cidade, achamos, por bem, suspender momentaneamente as celebrações – disse o clube, em nota publicada nas redes sociais.

Além do estadual da primeira divisão de 2007, foi campeão da Copa Paraíba em 2008 e da Segundona em 2017, quando retornou à elite e, desde então, vem se mantendo entre os principais clubes do estado. Foi também quatro vezes vice-campeão paraibano, em 1978, 1990, 1991 e 2005.

O Verdão também já representou o futebol paraibano em competições nacionais: jogou uma vez a Série B (1989), duas vezes a Série C (2005 e 2007) e duas vezes a Copa do Brasil (2008 e 2009).

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar