Netflix homenageia Chadwick Boseman com bolsa de estudo de R$ 29 milhões

A Netflix e a Universidade de Howard, localizada em Washington, nos Estados Unidos, irão homenagear o ator Chadwick Boseman com uma bolsa de estudos de US$ 5.4 milhões (cerca de R$ 29 milhões na atual cotação do dólar). O artista, famoso, entre outros trabalhos, por ter interpretado o personagem Pantera Negra nos filmes da Marvel, morreu no ano passado em decorrência de um câncer de cólon.

O projeto, que conta com a participação da viúva do ator, Simone Boseman, irá doar, anualmente, uma bolsa de estudos a um aluno de cada turma do curso de Belas Artes da instituição que terão todas as suas despesas com os estudos custeadas pela plataforma e a própria universidade.

Reitor da instituição de ensino em que Chadwick Boseman se formou, Wayne A.I. Frederick disse que é com “prazer e gratidão que anunciamos a criação de uma dotada bolsa de estudo em honra ao nosso famoso Chadwick Boseman, cuja vida e contribuições às artes continuam a nos inspirar”.

Ele destacou que a bolsa é uma forma de “incorporar o amor e a paixão por storytelling” do artista, além de “seu desejo em ajudar as futuras gerações de estudantes de Howard”, e agradecer pelo apoio de Simone Boseman e à Netflix pela parceria.

Por fim, ao anunciar a bolsa, o reitor destacou que, antes de morrer, Chadwick iria entrar para a diretoria da instituição e também preparava uma série de aulas em vídeo, que seriam exibidas aos estudantes de Belas Artes.

Os dois últimos filmes produzidos pelo famoso, “Destacamento Blood” e “A Voz Suprema do Blues” foram lançados pela Netflix.

Em agosto, completou um ano da morte de Chadwick Boseman. Na ocasião, a viúva do famoso, durante participação em um programa da ABC, cantou a música “I’ll Be Seeing You”, sucesso na voz de Billie Holiday, em homenagem ao marido.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar