O FIM DAS CORES: Entenda lei que proíbe tintas coloridas em tatuagens

Entrará em vigor na terça-feira (4/1) na União Europeia (UE) uma lei que proíbe o uso de tintas coloridas em tatuagens.

O motivo da proibição são os produtos químicos encontrados nas tintas coloridas usadas por tatuadores.

O Registro, Avaliação, Autorização e Restrição de Produtos Químicos (REACH, na sigla em inglês) da UE lista como proibidos 4 mil produtos químicos normalmente usados ​​em tintas de tatuagem coloridas, de acordo com reportagem do “Metro”.

O órgão regulador disse que os produtos químicos — alguns dos quais já proibidos em produtos aplicados sobre a pele — podem causar “câncer ou mutações genéticas”.

O movimento é preventivo e pode ser revertido. O REACH fez um esforço para esclarecer que “o objetivo não é proibir a tatuagem, mas tornar as cores usadas em tatuagens e na maquiagem permanente mais seguras”.

Os fornecedores de tintas têm até 4 de janeiro de 2023 para encontrar produtos químicos diferentes aprovados pelo REACH para criar as mesmas cores usadas em estúdios de tatuagem.

O Reino Unido, que deixou a UE, não está seguindo imediatamente a decisão do bloco.

Especialistas em Saúde do país estão pedindo os fabricantes e os artistas de tatuagem a enviar informações sobre a segurança da tatuagem e os ingredientes encontrados na tinta.

Os legisladores do Reino Unido querem saber mais sobre o assunto antes de decidir se também vão proibir certos produtos químicos encontrados nas tintas.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar