Pelo menos 47 pessoas que trabalharam em festa de Carlinhos Maia testaram positivo para covid-19, afirma colunista

Segundo informações do colunista do UOL, Erlan Bastos, 47 das pessoas que trabalharam na festa de natal organizada por Carlinhos Maia foram infectadas pelo novo coronavírus. Duas das pessoas contaminadas estariam internadas na Unidade de Terapia Intensiva.

Carlinhos pronunciou-se sobre o caso através de suas redes sociais e negou que a informação seja verdadeira. Segundo ele, as pessoas que trabalharam no evento apenas o enviaram mensagens de agradecimento pela oportunidade de trabalho.

De acordo com o colunista, nem todos que participaram tiveram que fazer o exame para detectar a doença e não era obrigatório o uso de máscaras.

Entre os famosos presentes no evento, a influenciadora Mileide Mihaile também testou positivo para a doença. A ex-mulher de Wesley Safadão confirmou nas redes sociais que está com covid-19. “Infelizmente, testei positivo para covid-19 e estou me resguardando. O importante é que estou me sentindo muito bem, estou super assistida, bem cuidada, mas isolada. Neste Natal, vou sentir sentir o amor de longe e pelo vidrinho da minha varanda”, afirmou.

Além dela, o ex-BBB Victor Hugo, que participou de uma live com Lucas Guimarães, marido de Carlinhos, dias antes da festa, também testou positivo para a doença. Ele chegou a ficar seis dias internado e recebeu alta nesta sexta-feira.

O “Natal da Vila” ocorreu no último dia 19 e teve  shows de Calcinha Preta, Rodrigo Teaser, o cover Michael Jackson, do Dennis DJ, da cantora e ex-BBB 20 Gabi Martins, e do cantor Tierry.

Carlinhos Maia recebeu várias críticas por promover uma festa para centenas de pessoas em plena pandemia. Nas redes sociais, ele chegou a rebater as críticas. “Aglomerar é errado do começo ao fim, mas não dá pra gente tapar os olhos para uma classe que não está trabalhando. O mínimo que a gente pode fazer é seguir o protocolo e fazer dentro do permitido. Tá errado do começo ao fim, mas melhor que fazer uma coisa na hipocrisia e ficar fingindo por trás das câmeras”, afirmou.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar