‘PELOS DIREITOS BÁSICOS’: Servidores da Saúde de CG voltam a ocupar pátio da secretaria municipal

Os servidores da Saúde de Campina Grande voltaram a ocupar o pátio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) nessa terça-feira (24). Esta é a quinta semana consecutiva de mobilização da categoria. Houve reunião com o secretário de Saúde, Filipe Reul, para dialogar sobre as demandas dos efetivos. O resultado será apresentado e discutido em assembleia na próxima segunda-feira (30), com horário ainda a definir.

Conforme divulgado pelo Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste e Borborema (Sintab), entre os direitos que estariam sendo negados estão a Lei do Previne Brasil; o cumprimento dos Planos de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) da Saúde e dos agentes de combate às endemias (ACE) e agentes comunitários de saúde (ACS); o reajuste da data-base; os problemas na folha de pagamento; além de melhorias urgentes nas condições de trabalho destes servidores.

O diretor de Política e Formação do sindicato, Franklyn Ikaz, destacou durante a reunião, a situação que enfrentam os servidores da Saúde em Campina.  “Basta ir nas unidades e constatar tudo que está faltando e quem pode resolver, decidiu pelo ‘não’. Não adianta somente receber a categoria em reunião e não ter nenhuma sinalização de resolução dos problemas! Os trabalhadores não estão mobilizados aqui porque querem, mas sim porque o prefeito não deu alternativa. É muito triste porque toda semana estamos tendo que mobilizar e não há nenhuma solução, nenhuma!”, lamentou.

Dos pontos discutidos na reunião desta terça, o secretário de Saúde Filipe Reul se comprometeu em, ainda esta semana, publicar a portaria com os nomes da comissão do PCCR e disse que já assinou contrato para aquisição de novo fardamento, com entrega prevista para os próximos 15 dias. Os demais assuntos serão detalhados na assembleia da próxima segunda, deliberativa e decisiva e que terá o horário definido e divulgado até a próxima sexta-feira.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar