Vereador assassinado a tiros após assalto é sepultado com honrarias militares

O sepultamento foi realizado no cemitério municipal, local onde ocorreram as últimas homenagens à Ronaldo Cunha

Milhares de pessoas acompanharam na manhã deste domingo (15) o cortejo fúnebre do corpo de vereador Ronaldo Cunha, de 40 anos na cidade de São José de Piranhas, Sertão da Paraíba. Ronaldo que era policial militar reformado foi morto a tiros após um assalto no centro da cidade na noite desta sexta-feira (13).

O corpo de Ronaldo foi velado na casa do pai no Sítio Saguin, zona rural de São José de Piranhas, em seguida o caixão foi levado com honrarias militares em cortejo até a igreja Matriz no centro da cidade onde ocorreu a missa de corpo presente.

Além de familiares e amigos, também estiveram presentes o prefeito da cidade, Chico Mendes, o presidente da Câmara Municipal, Celso Gonçalves e os vereadores que deram o último adeus à Ronaldo Cunha.

O sepultamento foi realizado no cemitério municipal, local onde ocorreram as últimas homenagens à Ronaldo. Houve salva de tiros feita pelos policiais militares.

Entenda o caso

De acordo com as primeiras informações da polícia, dois homens haviam roubado uma moto no bairro São Sebastião e durante a fuga atropelaram uma criança no Centro. O vereador, que é policial militar reformado, tentou socorrer a criança e acabou baleado no peito pelos assaltantes.

Dois adolescentes suspeitos e uma motocicleta, usada por eles, foram apreendidos e encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Cajazeiras.

A vítima era um policial reformado e estava no primeiro mandato. Ele foi eleito em 2016 com 610 votos.

Diário do Sertão

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar