Fase três dos testes da CoronaVac foi bem sucedida

Na semana passada, quando o Instituto Butantan adiou do dia 15 para esta quarta-feira, 23, a entrega à Anvisa dos testes de eficácia da CoronaVac, o governo de São Paulo explicou que o motivo era estratégico: enviaria um pacote mais completo à agência no mesmo dia em que a Sinovac, a parceira chinesa no desenvolvimento da vacina, faria o pedido de registro na Anvisa da China.

Beleza, mas muita gente boa desconfiou que poderia ser um modo também para encobrir algum revés nos testes de eficácia feitos pelo Butantan.

A fase 3 dos testes da CoronaVac, no entanto, foi  bem sucedida. Não há essa possibilidade na mesa, de acordo com um interlocutor com acesso aos dados do Butantan.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar